quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Do Anjo II

"... E meu Anjo abriu suas asas
e se foi...
E como da outra vez, ele não se despediu,
simplesmente se foi,
Deixando apenas as lembranças, doces lembranças...
de um olhar intenso,
de um sorriso travesso,
de braços e abraços protetores,
de um beijo que faz flutuar,
e de um amor que faz sonhar...
E se ele não se despediu como da outra vez...
ele vai voltar..."

Célia Cristina Prado



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos