domingo, 31 de julho de 2011

Um dia de chuva...


"Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é."

Fernando Pessoa

Não ligo

Foto: Jamie Back
 "Não ligo que me olhem da cabeça aos pés..porque nunca farão minha cabeça e nunca chegarão aos meus pés" 

Bob Marley

Amor e fantasia


" Se o amor é fantasia, eu me encontro ultimamente em pleno carnaval."

Vinicius de Moraes

Futuro


"O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade". 

Clarice Lispector

sábado, 30 de julho de 2011

Mulheres & Chá


"As mulheres são como saquinhos de chá: não se sabe a sua força até serem jogadas em água quente."

Eleonor Roosevelt

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Alegria de Te Amar

Amor não se diz só por dizer,
é o sentimento que vem de dentro.
Chega em silencio,
chega sorrateiramente,
quando se percebe esta no coração.
Não vendo a existência de fronteiras
e dos lugares que chega.
O amor não tem hora de chegar.
O amor quer ter seu espaço.
O amor esquece das razoes.
Que no peito bate um coração que
muitas vezes é forte,
e que muitas vezes esta fragilizado.
O amor é assim,
chega sem avisar,
dando alegria de te amar.
Edison de Oliveira Cardoso 

Essa foi escrita prá mim pelo maridão!!! Linda , né? 
Não poderia colocar outra imagem, rs.

http://poesiasbyedison.blogspot.com/

Distância


"De longe te hei de amar - da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância".

Cecília Meireles

Amor profundo.


"Ser profundamente amado por alguém nos dá força; amar alguém profundamente nos dá coragem".

Lao-Tse

Pai, começa o começo?

 
Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”.
O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos.
Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.
Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança.
Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho.
Hoje, minhas “tangerinas” são outras.
Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios.
Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......
Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta.
O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado.
Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.
Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:
“Pai, começa o começo!”. Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.
Não sei que tipo de dificuldade eu e você estamos enfrentando ou encontraremos pela frente neste ano.
Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.
 
Autor desconhecido! 

Amizade e amor



"A amizade é um amor que nunca morre."

Mário Quintana


quinta-feira, 28 de julho de 2011

Amanhecer



"Cada dia que amanhece assemelha-se a uma página em branco, na qual gravamos os nossos pensamentos, ações e atitudes. Na essência, cada dia é a preparação de nosso próprio amanhã."

Chico Xavier

Eu sou uma chama...



"Eu sou uma chama acesa! E rebrilho e rebrilho toda essa escuridão."

Clarice Lispector

Será?



" Dos relacionamentos que você já teve, quais foram as ocasiões em que verdadeiramente você foi modificado para melhor?
Será que você é a lembrança doida na vida de alguém? Será que você já construiu cativeiros? Ou será que já viveu em algum?
Será que já idealizou demais as situações, as pessoas e por isso perdeu a oportunidade de encontrar situações e as pessoas certas?
Sejam quais forem as respostas, não tenha medo delas. Perguntar-se é uma maneira interessante de se descobrir como pessoa, pois as perguntas são pontes que nos favorecem travessias."
Pe. Fábio de Melo.           

Como Meu Pai


Meu Pai me fez livre.
Meu Pai me fez ver a sabedoria.
pra ver as necessidades e resolve-las.

Meu Pai me viu chorar,
pelo que perdi.
Meu Pai me viu sorrir,
das minhas conquistas.

Meu Pai me viu triste,
pelo direito que me foi negado.
Meu Pai me viu amargurado,
pela lágrima no rosto.
  
Meu Pai me deu força,
nas horas de fraqueza.
Meu Pai me explicou,
que nossa força vem do nosso interior.

Meu Pai me ensinou,
quando se tem amor no coração tudo se faz.

Meu Pai me segurou em suas mãos
onde me senti forte e segui livre,
como meu Pai.
Meu Pai me ensinou...
Poesia escrita pelo meu maridão, em homenagem ao meu sogrinho. Linda poesia, cheia dos sentimentos mais nobres.
Para conhecer mais poesias desse poema que eu amo, acesse:
Acredite, vale muito à pena!
Célia.

Intensidade




"Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que quase me deixa exausta. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Eu sei chorar toda encolhida abraçando as pernas. Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa. Venha a mim com corpo, alma, vísceras, e falta de ar..."

Clarice Lispector


Uauuu! Isso que eu chamo de viver intensamente, rs.
Adorei, acho que tem a ver comigo, rs.
Célia

Oração de Agradecimento.

Senhor, muito obrigado, pelo que me deste, pelo que me dás!
pelo ar, pelo pão, pela paz!
Muito obrigado, pela beleza que meus olhos vêem no altar da natureza.
Olhos que contemplam o céu cor de anil, e se detém na terra verde, salpicada de flores em tonalidades mil!
Pela minha faculdade de ver, pelos cegos eu quero interceder, por aqueles que vivem na escuridão e tropeçam na multidão, por eles eu oro e a Ti imploro comiseração, pois eu sei que depois dessa lida, numa outra vida, eles enxergarão!
Senhor, muito obrigado pelos ouvidos meus.
Ouvidos que ouvem o tamborilar da chuva no telheiro, a melodia do vento nos ramos do salgueiro, a dor e as lágrimas que escorrem no rosto do mundo inteiro.
Ouvidos que ouvem a música do povo, que desce do morro na praça a cantar.
A melodia dos imortais que a gente ouve uma vez e não se esquece nunca mais.
Diante de minha capacidade de ouvir,
pelos surdos eu te quero pedir, pois eu sei, que depois desta dor, no teu reino de amor, eles voltarão a ouvir!
Muito obrigado Senhor, pela minha voz!
Mas também pela voz que canta, que ensina, que consola.
Pela voz que com emoção, profere uma sentida oração!
Pela minha capacidade de falar, pelos mudos eu Te quero rogar, pois eu sei que depois desta dor, no teu reino de amor, eles também cantarão!
Muito obrigado Senhor, pelas minhas mãos, mas também pelas mãos que aram, que semeiam, que agasalham.
Mãos de caridade, de solidariedade. Mãos que apertam mãos.
Mãos de poesias, de cirurgias, de sinfonias, de psicografias, mãos que numa noite fria, cuida ou lava louça numa pia.
Mãos que a beira de uma sepultura, abraça alguém com ternura, num momento de amargura.
 Mãos que no seio, agasalham o filho de um corpo alheio, sem receio.
E meus pés que me levam a caminhar, sem reclamar.
Porque eu vejo na Terra amputados, deformados, aleijados...e eu posso bailar!!...
Por eles eu oro, e a ti imploro, porque eu sei que depois dessa expiação, numa outra situação,
eles também bailarão.
Por fim Senhor, muito obrigado pelo meu lar!
Pois é tão maravilhoso ter um lar...
Não importa se este lar é uma mansão, um ninho, uma casa no caminho, um bangalô, seja lá o que for!
O importante é que dentro dele exista a presença da harmonia e do amor!
O amor de mãe, de pai, de irmão, de uma companheira...
De alguém que nos dê a mão, nem que seja a presença de um cão, porque é tão doloroso viver na solidão!
Mas se eu ninguém tiver, nem um teto para me agasalhar, uma cama para eu deitar, um ombro para eu chorar, ou alguém para desabafar..., não reclamarei, não lastimarei, nem blasfemarei.
Porque eu tenho a Ti!
Então muito obrigado porque eu nasci!
E pelo teu amor, teu sacrifício, tua paixão por nós,
Muito obrigado Senhor!

Divaldo Pereira Franco
Amélia Rodrigues

 cartões e gifs animados


Adoro essa oração, acho maravilhosa, completa e me emociono toda vez que a escuto, pois percebo o quanto temos a agradecer e de como na maioria das vezes não nos damos conta disso.
Célia.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Estado agudo de felicidade...



"Já entrei contigo em comunicação tão forte que deixei de existir sendo. Tu tornas-te um eu. É tão difícil falar e dizer coisas que nunca podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real, entre nós dois Dificílimo contar: olhei pra vc por uns instantes, tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita..Eu chamo isso de estado agudo de felicidade."

Clarice Lispector

Meu Primeiro Amor


 O meu amor primeiro... o meu primeiro amor,
foi anseio, e viveu na incerteza de uma ânsia,
-botão que não se abriu... que não chegou a flor,
-um pedaço de céu, quase limpo e sem cor
perdido nos senfins azuis da minha infância...

Silhueta a se apagar, mas que o meu Ser divisa,
uma emoção feliz que nem foi emoção...
-nuvem leve a fugir aos impulsos da brisa,
tênue... vaga... sutil... bem distinta e imprecisa,
passando na memória do meu coração...

O meu primeiro amor, - um vulto que esqueci
num canto da lembrança a dormir empoeirado,
-um rosto que apagou porque nunca mais vi,
-um quadro que se esvai, e que deixei ali
esquecido no sótão velho de um passado...

Alma de uma ilusão pequenina e simplória
que se dissolve em mim... e aos poucos se desfaz...
parece outro destino, outra vida, outra história,
quando o tento arrancar das sombras da memória
tão longe... que ao lembrar-me... eu nem me lembro mais...

O meu primeiro amor... A primeira esperança
que abriu asas de sonho a procurar o além,
-hoje, é apenas lembrança a brincar na lembrança
levado na tristeza do que não se alcança,
na saudade de tudo o que nunca mais vem!

Pétala que entre um livro amarelou, perdida,
há muito tempo, há muito tempo... por alguém que o leu,
-e hoje, ao encontrá-la, seca e fenecida
no romance sem fim da minha própria vida
nem sei se quem a pos entre as folhas fui eu...

O meu primeiro amor... O meu amor primeiro,
foi uma história azul dessas de; era uma vez;...

-uma história feliz... um conto verdadeiro
que um dia o meu Destino, um velho feiticeiro,
quis fazer mas não soube terminar talvez...

Minha glória primeira... e o meu maior desejo
de crescer, de subir, de explicar o Universo!
Passou... Foge de mim... mas ainda o sinto e o vejo,
-porque ele é a sensação do meu primeiro beijo
e a impressão imortal do meu primeiro verso!

J.G. de Araújo Jorge 


Encontrei essa poesia no meu antigo caderno de poesias, aqueles de quando somos meninas e gostamos de fazer, rs. Sempre gostei das poesias do J.G., lembro que havia emprestado um livro dele da biblioteca e copiado essa poesia e algumas outras que me encantaram. Bons tempos! Momento nostalgia, rs. 
Célia

terça-feira, 26 de julho de 2011

Vida



Vida é flor que nasce
é suspiro que morre,
é o rosto cansado do velho homem
ou a face esperançosa e inocente de uma criança.
Vida está no grito contido,
no choro amargo,
no soluço convulso,
nos olhares cheios de chão.
Vida é poesia sem rima,
sem compasso,
sem estilo,
é o prêmio e o castigo.
Vida é ter morte na alma, 
é esperança da vida na morte,
é morrer vivo ou, 
nascer já morto.

Nélio Jorge do Prado ... maninho inspirado, rs.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Mude

"Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. 
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é."

(Fernando Pessoa)

Reflita



"Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário. Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas." 

(Fernando Pessoa)

Hoje é Tempo de Ser Feliz.


A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver.

Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existencia as mais diversas formas de sementes.


Cada escolha, por menor que seja, é uma forma de semente que lançamos sobre o canteiro que somos. Um dia, tudo o que agora silenciosamente plantamos, ou deixamos plantar em nós,será plantação que poderá ser vista de longe...


Para cada dia, o seu empenho. A sabedoria bíblica nos confirma isso, quando nos diz que "debaixo do céu há um tempo para cada coisa!"


Hoje, neste tempo que é seu, o futuro está sendo plantado. As escolhas que você procura, os amigos que você cultiva, as leituras que você faz, os valores que você abraça, os amores que você ama, tudo será determinante para a colheita futura.


Felicidade talvez seja isso: alegria de recolher da terra que somos, frutos que sejam agradáveis aos olhos!


Infelicidade, talvez seja o contrário.


O que não podemos perder de vista é que a vida não é real fora do cultivo. Sempre é tempo de lançar sementes... Sempre é tempo de recolher frutos. Tudo ao mesmo tempo. Sementes de ontem, frutos de hoje, Sementes de hoje, frutos de amanhã!


Por isso, não perca de vista o que você anda escolhendo para deixar cair na sua terra. Cuidado com os semeadores que não lhe amam. Eles têm o poder de estragar o resultado de muitas coisas.


Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores...


Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você, afinal, você merece muito mais que qualquer coisa.


Cuidado com os amores passageiros... eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam...


Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem...


Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena...


Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade...


Cuidado com as vozes que insistem em lhe recordar os seus defeitos... elas costumam prejudicar a sua visão sobre si mesmo.


Não tenha medo de se olhar no espelho. É nessa cara safada que você tem, que Deus resolveu expressar mais uma vez, o amor que Ele tem pelo mundo.


Não desanime de você, ainda que a colheita de hoje não seja muito feliz.


Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar, e o que amar nessa vida.


Ao invés de ficar parado no que você fez de errado, olhe para frente, e veja o que ainda pode ser feito...


A vida ainda não terminou. E já dizia o poeta "que os sonhos não envelhecem..."


Vai em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões.

Deus resolveu reformar o mundo, e escolheu o seu coração para iniciar a reforma.


Isso prova que Ele ainda acredita em você. E se Ele ainda acredita, quem sou eu pra duvidar... (?)

(Pe. Fábio de Melo) 

domingo, 24 de julho de 2011

Nas aflições.


"Jamais se desespere em meio as sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda".

Provérbio Chinês.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Quando eu danço...



Quando eu danço,
desmistificam-se
os julgamentos
de que poucos corpos
conseguem bailar...
Quando eu danço,
percebo de alguns
os lamentos
porque corpos poucos
conseguem soltar...
Quando eu danço,
minha'lma clareia
meu ser se remete
ao universo
do movimento...
Quando eu danço,
o mar vem na areia
me lava, me compete,
da ação do meu verso
um desdobramento...
Quando eu danço,
eu não quero saber
se dancei,
se eu já me danei...
eu só quero é dançar...
Quando eu danço,
eu não quero conter
eu aqui já falei
já chorei, já gritei
eu só quero alegrar...

(Rita Reikki) 

E isso é algo que eu adoroooo!

Inveja

Quem me inveja que tenha força, trabalho e a garra que Deus me deu.
E ouça sempre o eterno, assim como faço eu.
Não cuide da vida alheia, pois sabe que é coisa feia julgar o que não é seu.
E pense sempre na vida como uma vã despedida, em cada ser um adeus...

 E tudo que é emprestado: vida, casa, carro, beleza, fama, dinheiro,
Um dia será tirado,
Mas aquilo que foi conquista, paz, amor, fé e alegria,
Já está nalguma lista do meu querido DEUS bem guardado...
(Elisabeth Camargo Martello)

Sobre a verdade...


"Dizem os chineses: Se precisar disparar a flecha da verdade, primeiro molhe a sua ponta no mel." 

(Paulo Coelho)

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Oração Pessoal



Que eu tenha a força de ser eu mesma, sempre...
Que eu possa fazer o bem, sem saber o porquê...
Que eu nunca pense que esse alguém irá me retribuir...

Que eu possa ouvir passarinhos cantando...
Que eu possa ver a imensidão azul do céu...
Que eu descubra, brincando, o formato das nuvens...
Que eu possa valorizar a alma da criança que existe em mim.

Que ao me levantar enxergue a luz através do sol...
Que diga com amor o bom dia de cada dia. Que a minha presença seja sentida, amiga.

Que eu possa me agasalhar no coração do meu amor quando sentir frio...
Que eu esteja ao seu lado nos dias alegres de verão...

Oswaldo Begiato

Lindo, lindo!

Eu sou...



Sou os brinquedos que brinquei, as gírias que usei, os nervosos e felicidades que já passei. Sou minha praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema, sou os amores que vivi, as conversas sérias que tive com meu pai: Eu sou o que me faz lembrar!!!


Sou a saudade que sinto, sou um sonho desfeito ao acaso, sou a infância que vivi, sou a dor de não ter dado certo, sou o sorriso por tudo que conquistei, sou a emoção de um trecho de livro, da cena de filme que me arrancou lágrimas: Eu sou o que me faz chorar!


Sou a raiva de não ter alcançado, sou a impotência diante das injustiças que não posso mudar, sou o desprezo pelo que os outros mentem, sou o desapontamento com o governo, o ódio que isso tudo dá. Sou o que eu remo, sou o que eu não desisto, sou o que eu luto, sou a indignação com o lixo jogado do carro, a ardência da revolta ao ver um animal abandonado: Eu sou o que me corrói!


Eu sou o que eu luto, o que consigo gerar através de minhas verdades, sou os direitos que tenho e os deveres a que me obrigo, sou a estrada por onde corro, sou o que ensino e, sobretudo, o que aprendo: Eu sou o que eu pleiteio!


Eu não sou da forma como me visto, não sou da forma como me comporto, não sou o que eu como, muito menos o que eu bebo. Não sou o que aparento ser: EU SOU O QUE NINGUÉM VÊ!!! 

(Clarice Lispector)

Tudo o que hoje preciso realmente saber, aprendi no jardim de infância.


Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia.

Estas são as coisas que aprendi:

1. Compartilhe tudo;
2. Jogue dentro das regras;
3. Não bata nos outros;
4. Coloque as coisas de volta onde pegou;
5. Arrume sua bagunça;
6. Não pegue as coisas dos outros;
7. Peça desculpas quando machucar alguém; mas peça mesmo !!!
8. Lave as mãos antes de comer e agradeça a Deus antes de deitar;
9. Dê descarga; (esse é importante)
10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você;
11. Respeite o limite dos outros;
12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco... desenhe... pinte... cante... dance... brinque... trabalhe um pouco todos os dias;
13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)
14. Quando sair, cuidado com os carros;
15. Dê a mão e fique junto;
16. Repare nas maravilhas da vida;
17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também.

Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo, ao seu mundo e vai ver como ele é verdadeiro, claro e firme. Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica, devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair. Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos. É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.


"O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver"...
(Pedro Bial) 

Motivos

"Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar."
(Dalai Lama)

Reorganizando prioridades.

"Não tiro ninguém da minha vida, apenas reorganizo as posições e inverto as prioridades."

(Desconheço o autor)

Confiar e esperar.

"Apesar das aparências, tudo é para melhor e Deus está no leme. Envolvidos pelas emoções, temos dificuldades para entender isso. Confiar e esperar será sempre uma atitude sábia." (Zíbia Gasparetto)


Noite



A NOITE CHEGOU !


Ela vem com seus encantos nos leva ao
descanso rumo ao silencio da madrugada
E vem o sono, os sonhos, as viagens
de nossa alma. Viaje sim...sonhe muito
Relaxe, se entregue a sua amiga esperança
E amanhã todas as mágicas da
natureza estarão a esperar você
Que sua manhã venha plena e que você
a receba de coração aberto...
Que se atreva a grandes vôos...
Desperte...amanhã com seu melhor sorriso,
com suas mais fortes certezas que
você tudo pode, e o tudo é exatamente o
que chamamos de FELICIDADE ! 
Retirado do site http:// pensador.uol.com.br

quarta-feira, 20 de julho de 2011

MÃE


Hoje lembrando-te mãezinha!
Vejo quanta doçura havia em teu olhar..
Quanta vivência, quanta sabedoria,
Despojava em jeito de amar.

Parecia ser tão frágil e delicada!
Mas bem sabia de tua fortaleza...
Trazia em teu seio amor de mãe,
O mais sublime e de grande beleza.

Sempre foi uma lutadora!
Por muitas dificuldades passou...
Mas nunca deixou que isso influenciasse;
Na vida daqueles a quem sempre amou.

Amor verdadeiro e sem interesse.
Sempre embalou dentro do coração...
Mãe você tinha a candura de um anjo;
E a serenidade de uma oração

Já estavas tão velhinha e cansada!
E isso angustiava meu ser...
Ficar sem sua presença serena...
Seria um constante sofrer.

Hoje sei bem como é isso...
O dia que eu mais temia chegou!
Você foi embora mãezinha,
Somente a saudade ficou.

Porém agora mais do que nunca,
Reconheço e exalto teu valor!
E todos os dias de minha vida serão poucos...
Para te agradecer tanto amor.

(Suely de Fátima Prado Barbosa)

Essa poesia foi escrita por minha irmã e foi dedicada à nossa querida mãezinha, que é a maior referência que tenho na vida. Ontem completaram dois anos da sua partida, e hoje posso dizer com toda certeza de que o amor continua intacto e as boas recordações são como jóias preciosas, valiosas em sua essência, que nos fazem sorrir mesmo com a grande saudade que sentimos.

Célia.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Empatia



Costumo afirmar que a empatia é uma das melhores maneiras de se evitar desentendimentos e de entender muitas vezes o que nos acontece. Mas o que é na verdade a empatia? De maneira simples e clara, a empatia nada mais é do que colocar-se no lugar de outra pessoa, tentar pensar como se fosse ela, sentir como se fosse ela, ou seja, pensar: "e se fosse comigo?"
Acredito firmemente que se procurássemos usá-la com mais frequência em nossa vida, muitos aborrecimentos poderiam ser evitados, trataríamos melhor as pessoas que nos cercam, seja em nosso lar, em nosso trabalho ou onde quer que estejamos.

Como trabalho em um hospital, afirmo que a empatia deve ser uma de nossas maiores aliadas. Trabalhamos em um ambiente em que quando somos procurados, nosso cliente está fragilizado, preocupado, carente, pois é assim que ficamos quando estamos adoentados e precisando de cuidados ou quando é alguém de nossa família que se encontra nesta situação.  
 Não é difícil entender o que essas pessoas precisam quando chegam em um ambiente hospitalar, basta pensar, como eu gostaria de ser atendido? Imediatamente teremos a resposta correta: com respeito, atenção, carinho, agilidade e profissionalismo. Será que é tão difícil assim descobrir como deve ser feito esse atendimento de maneira excelente?

Assim se dá em qualquer outro campo de trabalho, seja em uma loja, em um supermercado, em uma biblioteca, em uma escola, seja onde for, o importante é procurar colocar-se no lugar do outro para saber a melhor maneira de agir.
E em casa, será diferente? Não. Em casa a regra é a mesma. Como gostamos de ser tratadas pelo nosso companheiro? Com carinho, amor, respeito, dedicação, e mais uma porção de coisinhas, não é mesmo? Aí está a resposta em como devemos tratá-lo também. E nossos filhos? Bom, já fomos crianças um dia, adolescentes, jovens (ainda somos jovens, sempre seremos), sabemos perfeitamente como gostávamos de ser tratados. É claro que não faremos todas as suas vontades, pois nem tudo que nossos filhos desejam,  podemos ou devemos dar. Mas o amor,  a amizade, a presença, o respeito, isso sim podemos e devemos dar aos nossos queridos. Chamar a atenção sim, mas reservadamente, não na frente de outros e de preferência explicando a ele o porquê  das coisas. Elogios também são importantes, ele precisa saber o que faz e o que tem de bom, mas na medida certa, sem exageros e na hora correta, não adianta deixar passar uma eternidade para só então parabenizá-lo pelas boas notas ou pelo quarto organizado. Quando fazemos algo muito bom gostamos de ser elogiadas no momento oportuno, não é verdade? Depois de muito tempo, passou e perdeu a graça. Com nossos filhos é a mesma coisa. O elogio pode ser um grande motivador, quando usado de maneira adequada.

Respeito. Amor. São fórmulas infalíveis em qualquer relacionamento.
Vamos procurar olhar nosso próximo com os olhos dele, vamos procurar nos colocar no seu lugar e as coisas se tornarão mais fáceis de serem interpretadas.

Cabe aqui uma citação que conhecemos muito bem e que retrata perfeitamente o que escrevi até aqui:

“Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem à você.”  E vice-versa.

Isso é empatia.

Pense nisso!

Célia Cristina Prado.