sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Mãe... hoje é dia de agradecer.



Hoje seria dia de festa, de bolo, de comemoração... hoje seria seu aniversário, se ainda estivesse aqui, entre nós. Mas ainda assim, sei que hoje é dia de agradecimento. Dia de agradecer à Deus por tê-la trazido à esta vida neste dia, e assim dar a nós todos a felicidade de termos tido sua presença entre nós, principalmente a honra por ter sido sua filha, de ter nascido de você, ter tido seus ensinamentos, seus cuidados, seu apoio em todos os momentos, suas repreensões quando era necessário, ter tido você como meu maior exemplo de vida, de ser humano. Pessoa íntegra, sensata, iluminada, forte e linda. Linda sim mãe! Você foi a pessoa mais linda que já conheci na minha vida. Uma beleza que vinha da alma, dos seus olhos, dos seus gestos, do seu sorriso. Foi graças à você que hoje sou quem sou. Não me refiro a bens materiais, me refiro ao que tenho de melhor, meu interior, meu coração, minha vida!

Ah, não mencionei ainda... mas hoje é dia de agradecer... agradecer por ter sido amada por você, de maneira tão intensa, tão verdadeira, que jamais esquecerei. Esquecer? Por que? Nosso amor é eterno, ele permanece intacto, perfeito, maravilhoso, apesar de termos nos separado... temporariamente. O amor é lindo, não é? Perfeito! É maravilhoso saber que o mesmo amor que ainda vive e sempre viverá em meu coração, continua também vivo aí no seu coração mãe! Sei que as lembranças que eu guardo, são lembranças que você também tem presentes com você. Assim como jamais te esquecerei, sei que também jamais me esquecerá! Então mãezinha, mami, madrecita, mamãezinha querida, manheee, tantas as formas como eu a chamava carinhosamente... então, hoje só quero te dizer, obrigada! Obrigada por ter feito parte da minha vida, e por continuar fazendo, porque apesar da nossa distância hoje, continua fazendo parte dos meus dias, da minha vida, da minha história, e sei que velas por mim quando pode e te sinto quando vem me ver em meus sonhos... Sonhos??? Não! Sei que realmente você vem, porque sinto o quanto é real nosso abraço e a saudade que nos envolve neste momento.

Hoje é dia de agradecer, também e principalmente à Deus, por ter sido tão bondoso por ter me dado a melhor mãe do mundo e ter me deixado viver tanto tempo desfrutando de sua presença tão iluminada!

Parabéns mami, onde estiver, receba meu beijo, meu pensamento e meu amor!

Saudades... sempre!

Sua filha,

Célia.


Um comentário:

  1. Meu amor, essa mulher que conheci e aos poucos fui me chegando e tendo seu carinho me conquistou com sua ternura e ja lhe chamava de Máma, pois ela sem dúvida era minha segunda Mãe e aprendi a ama-la. Tambem sinto saudades. Beijos Mami nesta data, sei que todos nós sentimos muito sua falta. Saudades Máma. Edison

    ResponderExcluir

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos