sábado, 27 de outubro de 2012

Sequestrar



"Despertei, mas continuei a sonhar,
Sentindo vontade de te ver, sentir e tocar
Uma pessoa que me leva para voar,
Um voo da maior beleza e delicadeza que se possa imaginar. 

E coloquei-me a sonhar:
Como seria ele me sequestrar,
E com ele me levar, sem destino ou hora pra voltar,
Naquele voo alto e veloz, que só ele sabe me dar?

Vento no rosto, cabelos ao vento
Coração na boca, olhos brilhantes,
Sorriso nos lábios, lábios sedentos,
De ir mais além, sempre adiante.

O corpo solto, cada vez mais leve e sensível
Torna-se quente, envolvente e acessível
Sem medos ou receios que possam bloquear
E nesse voo sem destino e sem hora, tudo pode se realizar."

Célia Cristina Prado



2 comentários:

  1. Este voo que muitas vezes se espera é o acontecimento do amor verdadeiro, voo de paixão e entrega sincera caminhando alem muito alem.
    Lindo amor, parabéns.
    "Me leva neste voo?"
    Beijo

    ResponderExcluir

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos