terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Que eu seja!

Que eu seja uma flecha apontada à tua alma,
De luz e de fogo e de calma…
Que eu seja uma brisa a anunciar a alvorada
E a voz que em silêncio te chama:
Teu desejo secreto…


Que eu seja o teu lado direito da estrada
E o pedaço que te falta no peito,
Que pulsa e que acalma e que ama
E o sangue que te corre nas veias…

Que eu seja o teu tempo
O teu aborrecimento e tudo o que anseias…
Que eu seja
Para que tu sejas tudo quanto desejas!

[Emílio Miranda]

2 comentários:

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos