quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Pendências


Supor resolvido aquilo que jogamos para baixo do tapete ou trancamos em algum quarto distante da memória é o tipo de autoengano que a consciência comete e que, cedo ou tarde, o sintoma manda a conta. Rege a lei do inconsciente que tudo que evitamos faz compromisso com a dor e escapa por outras fendas, ruído permanente, eis o retorno do recalcado. 

Tudo o que fica pendente faz nó na linha da vida e dique nas emoções. Sem fluxo de energia a vida seca, adoece, vira angustia e depressão. Emoções fraturadas, traumas, marcas, culpas adoecem a alma. Colocar reticências onde deveríamos colocar pontos finais prolonga sofrimentos desnecessários. Algumas situações precisam ser enfrentadas e resolvidas para que possamos seguir em frente mais leves e inteiros. 

Andréa Beheregaray.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos