sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Amor Infinito


Era um lindo domingo de sol
me acordei com o cântico dos pássaros,
lembrei de você e fiquei feliz.
O sol e as crianças convidavam-nos a ir à praia,
no caminho sempre pensando em você,
encontrei pessoas que iam e vinham,
todas com alegria no rosto.
Encontrei um carneirinho triste e sozinho, pensei:
ficarei assim, se um dia te perder.
Chegamos à praia,
as crianças correram alegres e felizes,
e deitei-me na areia,
lembrei-me de você 
e comecei a rabiscar , 
primeiro uma flor, 
depois um carneirinho, 
e um pôr do sol.
De repente despertei e corri ao mar,
e uma onda forte me abraçou,
com braços fortes como os seus,
braços estes que jamais serão meus,
assim como as ondas do mar
jamais serão minhas.

Hilda de Oliveira Cardoso

Sogrinha inspirada, coisas de família, rsrs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos