quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O meu reino por um abraço


O meu reino por um abraço

Trocava tudo hoje por um abraço. Por uns braços quentes que me acolhessem e sobretudo me segurassem. Ando com demasiado medo de cair. 
Quando cresces, percebes isto. Que tens de te abraçar. Que ninguém tem a obrigação de te agarrar ou de te segurar quando insistes em bambolear-te na corda bamba. 
Quando cresces, continuas a ter medo do escuro. O desconhecido continua a assustar-te e tu continuas cheia de medo de dar o passo em frente. Quando cresces, verificas que há muitas pessoas no mundo e ainda assim te sentes sozinho. 
Quando cresces, por vezes, trocas tudo pelo calor de outro corpo. Iludes-te e pensas que do nada alguma coisa pode nascer. Que alimentar essa esperança é amor. Que viver assim te vai fazer feliz. Ou menos sozinha. Digo-te eu que não. 
Quando cresceres vais ter que te abraçar muitas vezes. E aqueceres o teu corpo única e exclusivamente com a água para fazer um banho escaldante. Pele vermelha. Ferida em fogo. Lento e para sempre.

Hoje eu trocava tudo por um abraço. Uns braços que me segurassem...!!

ALindaSereia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos