segunda-feira, 19 de maio de 2014

Amor Próprio


O meu amor próprio me chamou e perguntou o que estava acontecendo que eu não o procurava.
Disse que sentia tanto a minha falta e que nos últimos dias não via mais o nosso amor fortalecido como sempre foi, que eu não o dava o valor que sempre dei.
Refleti muito e vi que ele tinha mesmo toda a razão.
Como fui tola deixando-o de lado, que esse amor é essencial em minha vida e que a todo instante preciso alimenta-lo, rega-lo com carinho como se ele fosse a mais bela flor, para que cresça cada vez mais e me faça feliz.
Pedi perdão e prometi não abandona-lo jamais.
Olhei para o espelho e mais que isso, olhei para dentro da minha alma e disse: “ Meu grande e eterno AMOR, estou aqui, mais sua do que nunca e você mais meu ainda.

Lis Fernandes

* Nota: Não devemos jamais, nem por algumas horas deixar de amarmos a nós mesmos. Nem por nada, nem por ninguém. Não abandone seu amor próprio. AME-SE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos