sexta-feira, 27 de julho de 2012

Desencanto


Me deixei levar pela vontade,
Pelo carinho e pela saudade.
Pelo romantismo e pela confiança,
Revivendo toda aquela doce lembrança.

E me encantei,
Com o que senti, com o que vivi,
Com o que vi e as coisas que ouvi.
E sem muito pensar me envolvi.

E a ti me entreguei.
A ti, com quem tanto sonhei.
Sonhos há muito esquecidos,
Que foram aos poucos sendo revividos.

Por fim despertei e percebi que o sonho não era real.
Que tudo o que ouvi não era minha exclusividade.
E assim meu encanto retornou à saudade,
Onde lá sim tudo era verdade.

Célia Cristina Prado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos