sábado, 5 de novembro de 2011

Menina Flor

 
Foto Victória - Arquivo Pessoal
Olho para ela e a vejo,
como uma flor que desabrocha.
Ela me olha e sorri.
Seus olhos brilham como estrelas,
olhos de sonhos,
olhos de travessura.
Seu sorriso meigo
traz a doçura,
traz a alegria
e a candura.
Mistura,
criança, menina ou moça?
Seu andar delicado,
mostra os traços mudados,
e sua beleza singela,
tão bela!
Que linda metamorfose,
tantos encantos mesclados,
todos misturados,
encantos que estão,
assim como numa arte,
encontrando o melhor contraste
e a melhor rima,
para transformar-te em uma verdadeira obra-prima.

Foto Victória - Arquivo Pessoal.
       Célia Cristina Prado 


Este poema é dedicado à minha filha Victória (Vivi), que hoje está completando 13 aninhos. Linda, uma mistura de menina e moça, uma transformação maravilhosa que se faz diante de meus olhos e do meu coração. Desejo à ela tudo de melhor que a vida possa lhe dar e que Deus a guie e proteja a cada minutinho de sua preciosa vida. Vivi, mamãe te ama muito, com um amor imenso, verdadeiro e eterno.

Linda da mamis!

Um comentário:

  1. Amor, suas palavras diante deste momento é a mais singela e cheio de amor e encato para a Vivi. parabens a voce e a ela neste dia. Beijo Edison

    ResponderExcluir

Olá! Agradeço imensamente sua visita e seu comentário, são realmente muito importantes para mim. Seja sempre bem vindo! Beijinhos